By continuing to use the site you agree to our privacy and cookie policy.

OK

A Inspiradora História de um Carro de Drift Único e Seu Mestre de Drift

Chairslayer's car drifting with white smoke directly on the racetrack

Dominar uma pista enquanto o carro está completamente andando de lado, girando rapidamente na direção do deslize enquanto modula delicadamente a pressão no acelerador e nos freios para equilibrar o carro: esta é a arte de drifting. Nesta forma de arte, os motoristas usam o acelerador, os freios, a embreagem, as marchas e a direção em rápida sucessão para levar, com segurança, o carro aos limites do controle, enquanto desfrutam da adrenalina de arremessar um veículo em uma pista e ter fumaça saindo dos pneus traseiros.

Para adicionar um desafio tecnológico a essa manobra extrema, o que aconteceria se a derrapagem fosse praticada com um carro controlado manualmente em que a embreagem, a mudança de marcha, o freio de mão, a direção e a aceleração fossem todos controlados apenas pelas mãos em vez dos quatro membros?

Este é o desafio expressivo que Rob Parsons definiu para si mesmo enquanto se recuperava de um terrível acidente de moto no hospital: projetar um sistema de controle manual nunca antes visto com o qual pudesse operar a embreagem e o motor sem o uso das pernas e seguir sua paixão pelo drifting e pela corrida.

Como Rob conseguiu transformar um veículo projetado para ser operado com os quatro membros em um veículo em que é possível executar todos os mesmos movimentos de precisão, mas tendo as mãos como o único controle do acelerador, da embreagem e dos freios? Que tecnologias ele usou para projetar tal mecanismo? Como ele conseguiu voltar às pistas para se divertir e profissionalmente enquanto inspirava e motivava outras pessoas a seguir sua paixão e entusiasmo? Este artigo conta a história inspiradora de um carro de corrida excepcional e seu mestre de drift.

Construindo un Carro de Drift Único

Esta aventura, que resultou em uma máquina de drift de 650 cavalos de potência, começou com um chassi Nissan 180SX ao qual Rob adicionou reforços estruturais personalizados em áreas-chave. Ao reduzir a dianteira e a traseira do chassi a quase nada, ele abriu espaço para um LS V8 de 6,2 litros da Speedmasters 1979 e uma transmissão T56 Magnum de seis velocidades.

Até este ponto, Rob era capaz de se orientar com conselhos profissionais de fabricantes de peças, mas quando chegou a hora de projetar o sistema de controle manual, os fornecedores de peças originais se depararam com algo com que nunca haviam trabalhado antes. Rob teve que projetar e conceber sozinho. Ele teve que encontrar uma maneira de replicar todas as funcionalidades dos pedais de aceleração e freio, ao mesmo tempo que permitisse uma troca rápida de marcha e o uso do freio de mão. Resumindo, Rob teve que projetar um sistema completo de embreagem e troca de marchas que pudesse ser operado com uma única mão.

Projetando por Inteiro um Sistema de Controle Manual

Embora a mecânica pareça básica, de acordo com Rob, o verdadeiro desafio era o controle da embreagem e das marchas. Na verdade, essas operações são críticas quando se trata de derrapagem em um nível profissional. Rob não só precisa ser capaz de operar a embreagem e a caixa de câmbio manualmente, como também deve executar todas as manobras de derrapagem com precisão e velocidade.

O controle manual do acelerador e dos freios foi possível com a adição de entradas estilo motocicleta. Assim, Rob só tinha que puxar rapidamente o controle manual para baixo para acelerar e empurrá-lo para frente para o freio. Simples o suficiente. Em seguida, Rob usou uma alavanca de embreagem estilo motocicleta e interruptores de apertar que engatam pneumaticamente a embreagem e acionam a caixa de câmbio sem problemas. Esta engenharia brilhante permite os chutes da embreagem ultrarrápidos e as trocas de marcha para cima e para baixo, necessárias durante o deslocamento.

3D scanning of T-56 transmission while looking at instant result on laptop Close shot of T-56 transmission during design

Capturando os Finos Detalhes da Transmissão

Este design de produto inteligente foi possível graças à engenhosidade de Rob e à ajuda de algumas tecnologias inovadoras, incluindo o HandySCAN 3D | SILVER Series. Rob usou o escâner 3D para extrair os dados dimensionais da transmissão T56 para determinar onde o deslocador pneumático precisava ser posicionado.

A digitalização da transmissão de seis marchas permitiu a Rob medir a posição de cada marcha precisamente após mover a haste de mudança da marcha 1 para a marcha 6. Em outras palavras, ele utilizou os dados da digitalização para representar visualmente o ambiente para que pudesse projetar, a partir dessa representação visual, um mecanismo que reproduzisse com precisão os movimentos de translação e rotação da transmissão. Além disso, o escâner 3D permitiu que ele medisse o ambiente circundante para se certificar de que os movimentos derivados do novo mecanismo não colidissem com qualquer outro componente atual da transmissão.

Essas posições teriam sido quase impossíveis de medir com precisão à mão. No entanto, o HandySCAN 3D | SILVER Series ofereceu o nível de detalhe necessário para determinar os dados de posicionamento nos quais o design do mecanismo foi baseado. Basicamente, centenas de horas de desenvolvimento foram economizadas no processo de criação de algo que funcionou na primeira tentativa sem quaisquer problemas de ajuste.

 

Working on VXmodel with transmission 3D scan

Alta Precisão e Resolução

“Com um escâner a laser, você espera obter digitalizações realmente detalhadas”, diz Rob Parsons, “e o HandySCAN 3D | SILVER Series definitivamente proporciona isso.” Obter uma malha minuciosamente detalhada, além de limpa e alinhada, é um grande benefício ao tentar alinhar furos e medir com precisão elementos e diâmetros que precisarão ser usinados. “Você não precisa utilizar um paquímetro para verificar tudo”, acrescenta.

New part designed thanks to 3D scanning Testing new 3D designed piece on real transmission

 

Design Melhor e Encaixe Perfeito

Além de eliminar dores de cabeça, o HandySCAN 3D | SILVER Series ajudou a solidificar o design do sistema de controle manual. Graças ao escâner 3D, Rob pôde ficar mais confiante no sistema e não precisou depender de protótipos caros de P&D. Na verdade, se uma ligeira alteração precisar ser feita, ela pode ser vista diretamente no CAD antes de usinar e encaixar as peças. Isso fez com que Rob economizasse um precioso tempo e dinheiro no desenvolvimento. Também significou um design melhor e um encaixe perfeito. Em suma, a digitalização 3D permitiu a criação de um modelo CAD que foi direto para a produção. O design encaixou perfeitamente já na primeira vez e tão preciso quanto a peça original do equipamento.

O HandySCAN 3D | SILVER Series contribuiu para a genialidade de Rob ao projetar o sistema de controle manual único, que o permitiu voltar às pistas e derrapar novamente e não o impediu de seguir depois das primeiras voltas apesar da altíssima adrenalina. Vendo como sua história inspirou outros entusiastas de carros com deficiência a experimentar emoções automotivas como o Drift, Rob criou a Chairslayers Foundation, uma organização sem fins lucrativos dedicada a colocar paraplégicos atrás do volante de carros de alto desempenho, como seu carro de drift Nissan controlado à mão, para acelerar fundo e se divertir muito queimando borracha.

Sem dúvida, esta história inspiradora com um carro de drift único e seu mestre de drift irrefreável deve evocar em todos a motivação para superar nossos próprios desafios.

 

Article written by Creaform

Comments about this article