By continuing to use the site you agree to our privacy and cookie policy.

OK

Como fabricantes de peças automotivas podem melhorar a produtividade, executar mais inspeções com mais rapidez e mais informações

Na indústria automotiva, as peças que compõem uma carroceria completa são fabricadas por estampagem de chapas metálicas.

Na indústria automotiva, as peças que compõem uma carroceria completa são fabricadas por estampagem de chapas metálicas. Essas peças, todas fabricadas separadamente e perfuradas em várias etapas, são soldadas para formar a montagem final. Como fabricantes podem garantir que peças automotivas produzidas separadamente se encaixem para formar a carroceria final do carro?
 

Linha de produção automotiva - Produção de chapas de metal   Pilha de chapas de metálicas no final de uma linha de produção

 

De operações de estampagem simples a complexas, como garantir a qualidade das peças?

Dependendo da complexidade da peça automotiva, o processo de estampagem pode ser realizado em uma operação de estágio único (ou seja, cada curso da prensa de estampagem produz a forma desejada na peça de chapa metálica) ou pode ser feito através de uma série de estágios realizada em alta velocidade.

Tendo em vista que eventos diferentes e difíceis de prever, como retrações, podem ocorrer durante a estampagem, como os fabricantes podem garantir que as peças formadas por estampagem e produzidas com uma taxa de produção de alta velocidade possam ser montadas corretamente no final do processo de fabricação?

Entre a inspeção da primeira e da última peça produzida, como a produtividade pode ser melhorada?

Em geral, o controle de qualidade é garantido com as inspeções realizadas nas primeiras peças produzidas durante um turno (primeira das inspeções) e nas últimas peças produzidas durante o mesmo turno (última das inspeções). Todas essas inspeções representam um grande número de peças a serem inspecionadas.

Para ser totalmente produtiva, a indústria automotiva precisaria medir todas essas peças. O problema é que fazer todas essas inspeções em uma máquina de medição por coordenadas (CMM), que é um instrumento tradicional de metrologia que leva muito tempo para programar e é lento para operar, não é eficiente.

Portanto, a questão é: como a produtividade pode ser melhorada e o controle de qualidade, aprimorado para que mais peças possam ser medidas, aumentando o rendimento (ou seja, o número de peças que podem ser enviadas para a montagem final)?

De programas de inspeção curtos a longos, como obter flexibilidade?

Existem várias maneiras de inspecionar as peças automotivas produzidas por estampagem. As inspeções podem ser feitas com um dispositivo de verificação, onde as peças são posicionadas para observar o acabamento e verificar a presença e o diâmetro dos furos. No entanto, o modelo não fornece nenhuma informação sobre a forma geral da peça ou a posição dos furos.

Para superar essa falta de informação, operadores de CMM precisam realizar um programa de inspeção longo — medindo todas as entidades — ou um programa de inspeção curto — medindo apenas os itens críticos com tolerâncias rígidas ou aqueles que mostraram desvios recentes.

Como a equipe de metrologia lida com todos esses programas de inspeção (longos e curtos), sabendo que, se um problema de qualidade for detectado, uma série de alertas será gerada e as investigações para encontrar a causa do problema se tornarão a prioridade?

Durante essas investigações, não é gasto tempo na primeira e na última inspeção, resultando em acúmulo. É possível ganhar em produtividade e ter mais flexibilidade para absorver esses períodos de emergência, de modo que o plano de inspeção normal exigido pelos clientes não seja negligenciado?

Soluções: Tecnologia de escâner 3D portátil

Automação é a solução para aumentar a produtividade e alinhar o controle de qualidade com o ritmo de produção da indústria automotiva. Para fazer isso, a solução preferida é uma célula robótica para controle de qualidade automatizado, como o CUBE-R.

No entanto, a transição da condução da primeira e da última inspeção na CMM para a obtenção de uma célula robótica de controle de qualidade automatizado pode ocorrer com mais tranquilidade. Um primeiro passo pode ser optar por uma solução para realizar inspeções diretamente no chão de fábrica. A escolha de uma tecnologia de digitalização 3D, em vez de apalpação, permitirá obter mais informações mais rapidamente. Escâneres 3D portáteis, como o HandySCAN 3D ou o MetraSCAN 3D, são bons exemplos dessas soluções fáceis de usar.

Benefícios: A indústria automotiva melhora a produtividade com portabilidade, rapidez, eficiência e precisão

A opção por uma tecnologia de digitalização 3D portátil permite inspeções mais rápidas com mais informações sobre toda a superfície da peça automotiva. O tempo economizado pode ser usado para:

  • Tenha mais latitude quando assuntos urgentes interromperem as inspeções: Como são ferramentas de medição rápidas, os escâneres 3D contribuem para reduzir o tempo de inspeção, liberando tempo precioso da CMM, que pode ser usado para investigações quando problemas de qualidade são detectados.
  • Permita que mais peças sejam inspecionadas durante a primeira e a última inspeção: Porque são equipamentos de medição eficientes, os escâneres 3D permitem inspecionar mais peças com mais dados e sem tratamento de superfície, fornecendo aos fabricantes de automóveis as informações necessárias para a primeira e a última inspeção.
  • Mais programas longos: Como os escâneres 3D são instrumentos de metrologia precisos e portáteis, podem medir toda a superfície com precisão sem a necessidade de mover as peças, pois é a ferramenta portátil que vai até elas. Essa economia de tempo permite que os operadores realizem programas de inspeção mais longos.
  • Mais garantia de qualidade e manutenção preventiva: Tendo em vista que os escâneres 3D melhoram a produtividade da indústria automotiva, fabricantes de peças podem inspecionar mais dimensões e mais peças, liberando recursos humanos para analisar os dados obtidos, a fim de obter mais garantia de qualidade, executar ações preventivas e evitar problemas de qualidade.

 

Em resumo, graças à sua portabilidade, rapidez, eficiência e precisão, a tecnologia de digitalização 3D portátil pode aumentar a produtividade.

Em algum momento, será possível ter um sistema na linha de produção para medir 100% das peças. Enquanto isso, é bom poder contar com uma tecnologia que forneça os ativos para prever os problemas e, acima de tudo, eliminar emergências.

Aplicações semelhantes

Inspeção para usinagem de melhores fundidos e forjados

A indústria de transformação enfrenta muitos desafios na usinagem de fundidos e forjados brutos.

Construção e Teste de Motocicletas Esportivas de Rua e Offroad de Alto Desempenho

A construção de motocicletas de alto desempenho requer peças aprovadas para corridas, controladas por tecnologias de última geração que permitam aos motociclistas desfrutar de uma experiência emocionante.

Precisa de mais informações sobre nossas soluções?

Você tem uma dúvida específica. Você precisa de conselho de um especialista. Estamos aqui para guiar você.